Imaginário Coletivo | Fotografia para Transformação

Retratos profissionais

Na saída do Imaginário Coletivo, resolvemos retomar o tema retrato, mas dessa vez, utilizando equipamentos profissionais.

Explicamos rapidamente aos nossos jovens fotógrafos como seria a dinâmica da aula, pois eles é quem deviam decidir onde seriam as locações para a realização das fotos, além de se organizarem em duplas para fazer a direção da cena e do modelo a ser fotografado.

Na saída do Imaginário Coletivo, resolvemos retomar o tema retrato, mas dessa vez, utilizando equipamentos profissionais.

Explicamos rapidamente aos nossos jovens fotógrafos como seria a dinâmica da aula, pois eles é quem deviam decidir onde seriam as locações para a realização das fotos, além de se organizarem em duplas para fazer a direção da cena e do modelo a ser fotografado.

No início houve um pouco de resistência dos nossos modelos em criarem poses para as fotos, mas com insistência e à medida que a meninada ia entendendo o processo, a coisa ficava mais divertida, o que estimulava a participação de cada grupo que, rapidamente, se interessou em brincar de fotografar.

As locações escolhidas foram na Rua Bolívia, próximo à Escola Municipal Ulysses Guimarães e o Beco São Jorge. Nos dois locais tínhamos o desafio de trabalhar com situações de iluminação bastante diferentes: no primeiro, muita luz e em backlight. Na segunda locação tínhamos sombra e contraluz bem pontuais, o que dificultava a configuração do equipamento e o posicionamento da iluminação artificial. Em um esquema de tentativa e erro, nossos fotógrafos foram produzindo imagens bastante interessantes e experimentando as possibilidades em trabalhar com equipamentos diferentes e que permitissem serem configurados de acordo com cada situação.

Como tudo no Imaginário é diversão, aos poucos nossos fotógrafos foram entendendo a dinâmica da proposta e foram produzindo imagens criativas uns dos outros. Enquanto um grupo fotografava, outro fazia a cobertura dos bastidores, com a finalidade de registrar os acontecimentos da aula.

Tivemos dificuldades de comportamento de um pequeno grupo que, por não possuirmos equipamentos que poderiam ser utilizados para todos os alunos (trabalhamos com apenas 2 câmeras profissionais para uma turma de 26 alunos). Enquanto um grupo fotografava, outro se dispersou durante as dinâmicas. Nada demais para uma turminha sedenta por produzir fotografias. Acreditamos que uma conversa resolveu o impasse e na próxima semana estaremos nas ruas e becos do Morro do Papagaio para mais uma saída fotográfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.